Manifesto do projeto Transit

Editar esta página -- Voltar à página anterior

EnglishpolskiPortuguês

Leia também as nossas Regras Gerais de Boa Conduta.

Socialismo

A ideologia oficial do Transit baseia-se em socialismo democrático. Nós identificámos esta ideologia como a forma principal para expandir direitos trans, através de:

Pessoas liberais são toleradas. Pessoas conservadoras e ideologias fascistas estão banidas na nossa comunidade.

Em caso de dúvida, por favor não discuta política de todo nas nossas comunidades, a não ser que, por exemplo, queira dizer que pessoas trans devem ser tratadas e respeitadas de forma igual.

Nós costumávamos ter uma posição mais neutra em relação a este assunto, mas rapidamente apercebemo-nos de que essa atitude é errada.

Nós apoiamos auto medicação

Nós acreditamos que uma pessoa trans deve poder começar terapia hormonal assim que quiser.

Nós temos uma página que mostra como tomar hormonas de forma segura e onde arranjá-las na internet.

Nós acreditamos que saúde trans deve ser financiada publicamente

Em muitos casos, fazer a transição torna-se tão cara que muitas pessoas simplesmente não podem fazer a sua transição. Isto acontece porque os serviços públicos de saúde muitas vezes não são devidamente financiados na maior parte dos países no que toca a saúde trans.

Ou não existente.

Apenas uma pessoa trans sabe que é trans - mais ninguém

Se você diz que é trans, então você é trans. É assim tão simples. Ninguém à face da Terra tem o direito de discordar de você ou dizer ue você não é trans.

Auto determinação

Nós acreditamos que qualquer pessoa deve ter controlo completo sobre a sua própria vida; especificamente, no caso de pessoas trans, isso significa que elas se devem poder exprimir livremente a sua identidade e/ou expressão de género, sem interferência de outrém.

Nós somos contra controlo médico (ou de outro tipo) sobre a transição de pessoas trans, a não ser que seja por razões médicas. Se a pessoa trans quiser tomar hormonas e pede-as ao seu médico, o médico deve imediatamente verificar compatibilidade; análises ao sangue, exames de endocrinologia, etc. Estes devem ser feitos imediatamente, num serviço rápido em que a pessoa poderá obter os resultar nesse mesmo dia, se possível, ou o mais cedo possível.

Nós não somos contra todo o tipo de terapia relacionada com género, mas acreditamos que esta deve ser opcional. Nós não achamos que ver um terapeuta antes de você obter hormonas, depilação, etc, seja necessário.

Nós acreditamos que uma pessoa trans que deseje submeter-se a cirurgia, deve poder fazê-lo no mesmo dia que o pedir, ou o mais cedo possível. Obviamente há processos médicos que têm que ser feitos e a pessoa tem que estar preparada para isso. Nós achamos que esperar mais de um ano por cirurgia é inaceitável. Pelo menos 1 mês é aceitável na nossa opinião, mas idealmente seria após uns dias. Isto significa que mais cirurgiões treinados são necessários. Investigação deve ser feita no sentido de descobrir técnicas adequadas, por exemplo mulheres trans devem poder ter lubrificação e profundidade suficientes após cirurgia, etc - e nós não achamos que inversão peniana deva ser usada de todo, tal como documentámos na nossa página de cirurgias.

Uma pessoa trans deve, se for seguro para essa pessoa tomar hormonas, ser questionada em relação ao tipo de hormonas que ela quer; por exemplo a dose na sua íntegra, dose baixa, apenas antiandrogénios/antiestrogénios, etc. Desta forma, se uma mulher trans quer tomar hormonas, ela poderá fazê-lo, tal como homens trans e pessoas não binárias.

Nós acreditamos que crianças trans que estejam na idade da sua puberdade devem receber bloqueadores de puberdade imediatamente, sem qualquer atraso ou exepção. Nós acreditamos que crianças que estejam na idade da sua puberdade devam receber estrogénio ou testosterona, se assim o quiserem. Uma mulher trans de 12 anos deve poder começar a tomar estrogénio, se assim o quiser fazer. O mesmo aplica-se a homens trans (neste caso será testosterona) e pessoas não binárias.

Nós acreditamos que hormonas devem ser vendidas sem receita médica em qualquer farmácia.

Nós acreditamos que pessoas de todas as idades devem poder submeter-se a cirurgias de qualquer tipo (facial, genital, cirurgia relacionada com seios, etc), assim que a pessoa fizer o pedido. Isto inclui crianças. Nós acreditamos que uma rapariga trans de 8 anos deva poder ter uma vagina, ou que um homem trans deva poder ter pénis com essa idade. O mesmo aplica-se a pessoas não binárias, qualquer que sejam os genitais que querem (incluindo nulificação dos seus genitais, se assim o quiserem).

Controlar a transição por razões que não são de saúde é sempre transfóbico. Quando uma pessoa trans é forçada a esperar enquanto passam por uma experiência de vida real (viver no seu género desejado, mas sem as hormonas que esta pessoa pede) significa que alguém as está a impedir de fazer a transição da forma que querem - aliás, necessitam. Também é considerado transfóbico porque ser-se trans não é uma doença mental, no entanto, na maior parte dos países pessoas trans são forçadas a ver um terapeuta de qualquer forma, que tem o poder de negar a transição de alguém. Médicos que controlam a transição de alguém também são cis normativos e sexistas (cissexistas), porque o terapeuta irá, em muitos casos, tentar moldar o seu cliente na sua própria imagem mental daquilo que um homem ou uma mulher devem ser (estes médicos muitas vezes negam a existência de pessoas não binárias e negam a possibilidade de pessoas não binárias de fazerem a transição). Gatekeeping é quando uma pessoa trans não pode fazer a transição, porque alguém a está a impedir de o fazer.

Nós não somos Social Justice Warriors ou SJWs(“guerreirxs de justiça social”, termo usado para descrever pessoas que são radicais de forma excessivamente agressiva no que toca a problemas sociais)

Nós somos SJDs - Social Justice Diplomats (Diplomatas de justiça social)

Nós não procuramos disputas, nem queremos arrancar a cabeça a ninguém. Nós combatemos cultura anti trans de forma construtiva, ao tentar resolver problemas de forma lógica. Isto significa que da nossa parte estaremos a fornecer o site Transit, que tem o objetivo de fornecer, por sua vez, o máximo de informação possível, para ajudar pessoas trans verdadeiramente. Nós não temos interesse em criar qualquer tipo de milícia, porque estas nunca funcionam. Nós não nos referimos a políticas de reputabilidade. Nós não nos conformamos a normas da sociedade e nós opomo-nos veemente a tais normas.

Ser-se diplomata não significa ser-se agradável. Apenas significa que não lutamos com armas. Nós usamos palavras e conversa inteligente.

O nosso estilo de política é através de influência e diplomacia. Nós não chegaremos a qualquer lado ao seguirmos uma abordagem jihadista no que toca a ativismo trans. Nós iremos avançar ao:

Ao mesmo tempo, nós não toleramos maus tratos. Pessoas que são intolerantes ou abusivas de alguma forma nas nossas comunidades, serão imediatamente banidas e removidas, de acordo com as nossas Regras Gerais de Boa Conduta,

Nós aceitamos pessoas que façam cirurgias clandestinas

Cirurgia é impeditivamente cara na maior parte dos países e é muitas vezes sujeita a restrições rigorosas, o que significa que pessoas trans esperam muitas anos antes de sequer obterem cirurgias que podem literalmente salvar as suas vidas (ao reduzir a sua disforia, por exemplo, se tiverem disforia).

Nós não referimos os nomes de qualquer uma destas pessoas que fornecem estas cirurgias porque estas normalmente não querem que os seus nomes sejam divulgados. É esse o objectivo de ser-se clandestinx.

As pessoas que fazem estas cirurgias irão pedir uma quantia de dinheiro menor do que cirurgiões certificados e não irão restringir acesso aos seus serviços. Claro, esta prática é ilegal e como se trata de mercado negro, você tem que ter muita atenção, especialmente no que toca a ter a certeza de que essa pessoa faz um bom trabalho.

Para algumas pessoas, esta é a sua única opção. Nós não censuramos ninguém de todo por escolherem cirurgia clandestina. O que faz com o seu corpo é da sua própria responsabilidade e você tem a escolha do que faz com ele.

Nós também aceitamos pessoas que fazem cirurgia clandestina que queiram ingressar na nossa comunidade.


Editar esta páginaLicençaModelo licençaContribuirDiretrizes de Conduta

Permission is granted to copy, distribute and/or modify this document under the terms of the GNU Free Documentation License Version 1.3 or any later version published by the Free Software Foundation with no Invariant Sections, no Front Cover Texts, and no Back Cover Texts. A copy of this license is found in /fdl-1.3.html

Para informação sobre quem possui copyright sobre o conteúdo de cada página e em que ano, refira-se ao repositório Git, no qual o website está hospedado, e verifique a lista de commits.